domingo, 26 de junho de 2011

Há que ver as coisas pelo lado positivo...

Após dias e dias em compulsão - que resultaram no absurdo peso de 47kgs (!!!) -, creio ter acalmado. Pelo menos hoje comi como uma pessoa normal... Hoje pesei-me e, após o desinchar das compulsões (ou lá o k foi isto) o resultado é de 44,500kgs. É péssimo. Mas é melhor que 47kgs.

Quanto à questão da universidade. As professoras das duas cadeiras que supostamente já passei mas não estou inscrita por ter créditos a mais, disseram k "congelam" as notas e para o ano as lançam. É mais uma ano na universidade, mas pelo menos não tenho de fazer essas cadeiras outra vez. Não posso reclamar, as professoras foram muito, mas mesmo muito queridas em terem sugerido fazer isso (supostamente ñ se pode...).

Além disso, amanhã vou falar com o director da faculdade (marquei com ele às 11h) para tentar encontrar outra solução. Sei que estou a sonhar alto, mas não custa tentar. Não perco nada.
De qualquer das formas, se não houver mesmo nada a fazer, para o ano arranjo novamente um emprego (desta vez a full time) enquanto faço as 2 cadeiras k me faltam (as k iria deixar para a época de finalistas, em setembro - já nao posso, porque tenho inscriçoes a mais). Além disso, junto dinheiro e tiro a carta de condução.

Se preferia terminar já este ano e entrar já no mestrado? Preferia. Mas há que ver as coisas pelo lado positivo. Ou isso, ou enlouqueço :)

Beijinhos a todos e resto de bom domingo!
*cuidem-se*

Ah! Acrescento ainda o facto de estar no quarto e mesmo assim consigo ouvir a minha mãe a vomitar... já havia muito tempo que não o fazia! (ou pelo menos que eu me apercebesse). Aposto k se a enfrentar vai dizer "Tou mal disposta... os caracois cairam-me mal...".
Fantástico! Simplesmente fantástico! Só não sei qual é o lado positivo disto... huum...

Sem comentários: