sábado, 8 de outubro de 2011

Desisto.

Esta indecisão está a dar cabo de mim. Da minha saniedade mental (a pouca que me resta).

Era suposto hoje só ter almoçado. E teria conseguido.
Estou sozinha em casa até domingo. É facílimo não comer. Mas não. Fui passear, de estômago vazio. Li um livro ("ditadura da beleza") pela milésima vez. Pousei o livro. E fiquei a olhar para o mar.
Pensei nos meus pais.
Pensei na minha psicóloga. Na minha psiquiatra.
Pensei no que reconquistei com a minha recuperação.
E enchi-me de esperança. "Vou sair disto. Já chega! Estou farta de recaídas. Estou farta de ter fome. Estou farta de compulsões. Estou farta de me sentir sozinha. Vou sair disto."

A caminho de casa, a excitação era tão grande que quanto mais me aproximava de casa, mais ouvia a minha voz "Comida. Eu vou comer. Eu TENHO de comer. COMIDA! O QUE VOU COMER?? TUDOOOO!"
Preciso dizer o que aconteceu? Até agora. Tenho a barriga inchada. Tenho a consciência inchada. 

  
Posto isto, cheguei a uma conclusão. Não consigo sair disto. Portanto, para quê lutar? Vou-me entregar de braços abertos. Vou deixar de me importar. Não consigo mais lutar. É demasiado doloroso. Chamem-me o que quiserem. Podem dizer que vou desperdiçar tudo o que fiz/fizeram por mim ao longo destes 6 anos. Já não quero saber.

Não vou comer. Internem-me. Batam-me. Matem-me. Façam o que quiserem.
Mas não vou comer.
(eu sei. Sou a pior pessoa do mundo. Eu sei.)


I hate mylife. I hate myself. I hate my brain for making me hate everything. FUCK!






p.s. o mais provável é eu vir cá amanha chorar mais um pouco porque nao consigo parar de comer LOL mas enfim.

10 comentários:

Myself disse...

Ah florzinha, acontece.
As vezes pensamos em tudo que acontece e queremos largar isso, acredito que seja o nosso outro lado lutando por uma brecha pra escapar. Mas é difícil, somos assim e querer mudar, se curar ou a palavra que for é complicado, dolorido e difícil. Se você quisesse mesmo sair disso tudo, eu apoiaria, afinal não quero te ver mal de jeito nenhum, mas é uma escolha sua, quero que você saiba que estou torcendo pra que tudo dê certo e vai dar. Se cuida!

Thalita disse...

Eu adoraria ter um blog normal, onde eu e outras garotas falaríamos de garotos, sapatos, roupas, penteados e comidinhas gostosas, mas no lugar disso temos blogs de T.As, mal falamos de garotos por nos sentirmos feias, não falamos de roupas ou penteados pq não temos personalidade forte ou coragem de usar, não saímos com amigos por evitar comer, sofremos com fome e complicações nessa vida, temos ossos fracos e problemas de coração, estomago etc que nem pessoas com 60 anos tem.
Eu sei disso porque numa hora TODAS se dão conta e tentam sair. Sabe o que fiz? Assumi a ana, não quero morrer mas não consigo deixar meus nfs...
Conselho meu? Ana nos tirou muito e nos deu tanto, parar não dá, mas se um dia tiver vontade de tomar um sorvete ou qq coisa não evite, lembre da infancia por 1min, quando todas éramos pequenas e não vivíamos com a ana em nossa vida, lembre da inocencia ok?
Se estiver mal lembre "Thalita está tão fudi.. quanto eu mas ela não desiste" eu to aqui se quiser ;)

Suzy Anye disse...

Adorei as palavras da Thalita, se segura nisso!
Beijos, força!!

Taylor Momsen disse...

Migah, parece ki vc leu meus pensamentos, eu tbm estou assim, passei a noite passada inteirinha chorando e pensando em TUDO, e principalmente no sentido da vida, no sentido de estar nesse caminho e pra onde ele me levará. E por isso nem sei o ki te dizer, queria tanto poder te dar uma palavra de amiga e de conforto, queria tanto poder te dar um abraço e dizer ki eu te entendo ki eu posso te ajudar, mas infelizmente estou na msm situação, me desculpa querida, desculpa msm.

bjo

Letícia B. disse...

Eii minha linda, espero que vc fique melhor, espero que vc consiga se controlar mais, te adoro linda
beijihoss

Bubbles disse...

Respira, bebe água e pondera o que dizes.
Ser internada, em nada tem de bom. Vão te engordar.

Por isso é melhor ter calma. :)

*

Taylor Momsen disse...

Brigada migah, sua preocupação para comigo eh muito importante, vlw msm.

Pode dexa ki vo cuida do meu dedo sim aushaush

Bjo

Verónica disse...

Sinto-me todos os dias assim. Estou a ser acompanhada para me 'curar' e todos os dias penso que vou à psicóloga mentir-lhe. E minto, uma e outra vez. E chego a casa e minto novamente. Sei como te sentes, percebo-te tão bem!

**

Dory disse...

muita força :s relacionei-me muito contigo, como deves imaginar. grande, grande beijinho

Dory disse...

identifiquei-me MESMO contigo! estive agora a ler o teu blog todo e temos percursos mesmo mesmo parecidos.. até a altura e pesos mínimos e actual são quase identicos.
muita força*