domingo, 27 de novembro de 2011

Contei!

Para quem não sabe, contei aos meus pais que estou a ter uma recaída.

Ia ficar mais um fim-de-semana sozinha em casa. Na 6ª feira fui para o café fazer tempo para que saissem de casa. Assim que cheguei fui enfardar. Comi como se não houvesse amanha. Comecei a pensar que ia passar o fim-de-semana nakilo e entrei em pânico. Telefonei aos meus pais (ainda a comer lol) e pedi para voltarem para trás e me levarem com eles. Nem hesitaram.
Até chegarem continuei a comer. Cada vez mais depressa. O objectivo era ficar tao indisposta que vomitasse no carro. Aí seria mais fácil de contar e pedir ajuda. Mas não vomitei. Fiquei super mal disposta, mas não vomitei. Comecei a entrar em panico. Mandei mensagem à psicologa. Ela respondeu. "Inês, acho muito sensato pedires ajuda se não te estás a sentir bem. Nós estamos cá para te acompanhar neste percurso. Não posso falar contigo porque estou sem voz, mas estou aqui. Um beijinho". Comecei a chorar.

Chegámos ao campo. Quase que vomito. Não me obrigam a jantar. Vou para a cama.
Sábado acordo e tomo o pequeno-almoço. Conto à mãe que ontem comi demais. "Não deves ter comido assim tanto. Tu é que achas que foi muito". Irrito-me. Ataco os amendoins. Deprimo. Mãe pergunta o que se passa. E eu desbobino. Choro. Ela chora. Abraço. O pai chega. Mãe conta. Abraço a três.

Foram super compreensivos. Não dramatizaram nem menosprezaram a gravidade da situação. Vão fazer de tudo para me tirarem isto da cabeça. Vão-me ajudar com as compulsões, evitando ter "tentações" à minha volta. Mesmo sabendo o meu peso.

Não me estão a obrigar a comer. Mas estão de olho. Hoje ao almoço fui para a segunda maçã e a mãe pediu metade. Forma subtil de dizer "calma, eu estou aqui". Não serviu de muito, porque depois fui para a cozinha devorar castanhas às escondidas. Mas sinto-me mais apoiada.

Estou insaciável. Cheia de fome e de vontade de comer. Mas não quero. Quero emagrecer. Ou pelo menos não engordar. Mas quero comer. Tenho fome! Tenho fome de comida e fome de voltar ao que era. Livre! Mal posso esperar que isto termine. Eu vou conseguir sair disto. Tenho uma grande família e bons médicos. E bons amigos. Poucos, mas bons. Só me falta ter calma. E aceitar-me como sou. Eu vou conseguir. Eu sei que vou.

15 comentários:

*Star* disse...

fico contente que tenhas contado e acima de tudo que estejas a ter o apoio deles! é tão bom sentirmos que apesar de estarmos tristes ou com algum problema, temos as pessoas a apoiar-nos. espero que agora recuperes ;)

Míst disse...

Fizeste bem em contar-lhes. Vais ver que isso vai acabar e que tudo vai correr bem. Boa sorte :)

di disse...

fico muito contente, muita força e nao desistas nunca. confia em quem te quer bem. vou tentar fazer o mesmo.
bjs

Taylor Momsen disse...

Tbm sei ki vais conseguir minha linda. Acredito em vc, sua família te ama e está te apoiando da maneira certa. Tbm tens a mim. Sou sua amiga e sempre estarei desse lado te apoiando e torcendo muito por ti. Tenha calma e foco, Deus está do seu lado tbm.

Força aí meu anjinho
Bjoss

PS.: Precisando é só chamar ok?

Dory disse...

eu sei que vais. és linda.
*

Letícia B. disse...

Que bom que vc pediu ajuda, espero que cosinga superar tudo isso, estarei sempre contigo ok?

bejoss

ThinnerThanAir disse...

Como já te tinha dito estou mesmo mt feliz por teres finalmente conseguido contar. Menos um peso em cima de ti, assim já podes contar com o apoio e mais compreensão por parte deles (eu espero). E esta semana vai correr melhor de crteza. Não te foques tanto no peso que poderás ter na próxima consulta. Deste agora um importante passo...quem me dera ter essa coragem :)

Lisa disse...

Aposto que fizeste inveja a muitas de nós com este post =)
Quem dera a muita gente ter uns pais como os teus!

Apoia-te neles, e na tua vontade de melhorar!

Beijinho grande*

Juh disse...

fez o certo flor.. tbm contei pro meus paiss isso ajuda muiitoo ♥
forçaa viuu ♥

Bubbles disse...

Pois vais. E afinal os teus pais apenas não sabem como lidar, mas eles (como eu tinha a certeza) gostam de ti e só te querem ver bem.

Força *

Biia ' disse...

calma amiga, você vai conseguir sim, você tem pais compreensivos, e ajuda, concerteza vais ficar bem ^^
força viu? e se cuida,
beijinhos s2

Bubbles disse...

Oh para mim é fácil. Eu tou super pesada, não sou magra nem aparento nada disso. Mesmo.
Por isso se não me apetecer, não me peso. Já o fiz uma vez, e ninguém me obrigou. A situação é esta: confio mais na balança deles que na minha. Mas é um pormenor que agora não interessa.
Para veres bem eu sempre estive lá para largar vícios, obvio, mas para emagrecer. Eu tinha o plano de chegar aos 50 kg. Coisa que nunca consegui.

*

Diana disse...

como é q tas?

Suzy Anye disse...

Que bom que se abriu, agora será mais fácil.
Você terá ajuda e apoio dos teus pais.
Beijos e força..

Thalita disse...

Calma amada, voce vai sair disso sim, desse tormento todo.. Sua família te apoia, agora sabem o que te passa. Força.