quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

estupidez total

hoje fiz a coisa mais estúpida que já consegui fazer em toda a minha vida. Supostamente, hoje o dia seria "o dia", ou seja, começaria hoje a comer de forma saudável. Yeah right.
Comecei logo por nao tomar o pequeno-almoço (levantei-me tarde), mas mesmo antes do almoço comi cereais com leite (nem pus numa tigela, foi mm do pacote). Almocei (esparguete com atum e molho de tomate e uma maçã) e bebi café (com açúcar). Vim para casa, "futilizar" (fazer coisas fúteis).
Há cerca de meia hora atrás deu-me vontade de comprar porcarias. Fui até ao pingo-doce. Agarrei tudo o que pude. "Mas eu nao tenho fome!" Voltei a pôr tudo no sítio. "Mas quero comer". Voltei a agarrar mais coisas. "Mas não tenho fome!" Abandonei o cesto e dirigi-me para a saída. "Que se lixe, vou comprar". Fui buscar o cesto. "NAO TENHO FOME, CACETE!" Abandonei o cesto mais uma vez e saí porta fora. Vim a fumar um cigarro e pensar "vou mandar msg à psicologa. Mas a dizer o que???? Nem vale a pena!" Cheguei a casa. "Vou comer um iogurte e vomitar! É ISSO!!!" Abri o iogurte. "Ai, nao tenho fome nenhuma!! Mas quero tanto vomitar...JA SEI!!!! JA SEI O QUE VOU FAZER"
E que fiz eu??? Bebi um copo de água e fui vomitar LOL (nao sei bem como, mas vomitei partes do almoço - note-se que almocei as 13h e sao 17h50).
Ai, valha-me a pilinha do santo antonio!!! tou cada vez mais enterrada neste merda lol PONHAM-ME UM TRAVAO! LOL
Bah... vou mas é fazer o jantar que o pessoal cá de casa tem mais o k fazer.
*fui*

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

bah

hoje pesei-me. 45.700. menos 800grs k na última consulta e mais 1kg que há uns dias atrás. Não tocava em porcarias há bueeeee, mas hoje boicoitei-me e arranjei a desculpa de a minha prima ter teste de inglês amanhã (pediu-me ajuda) e comprei porcarias para as duas. acho que sim, fiz muito bem (not).

Quero MUITO emagrecer, mas não quero passar mais fome e não consigo parar de comer. Quero parar com esta porcaria toda, mas não quero/posso/consigo. Quero "ser magra" mas não quero querer ser magra. Mas não consigo não querer ser magra, então como até não poder mais, o que me leva a sentir nojenta, a entrar em pânico e desesperar por emagrecer, fico ansiosa e como mais ainda.

Não posso engordar mais, não posso, não posso, não posso. Tenho de emagrecer. Já! MESMO! Mas não quero emagrecer... aliás, não quero  querer emagrecer.
Porque quero emagrecer? Sei la! Preciso de ter menos peso dia 2... talvez seja isso. Porquê? Porque... am... ah, talvez porque a psicóloga mandou um "aumentaste de peso desde que houve a reunião familiar, logo estás melhor, mais calma" (não foi isto que disse exactamente, mas vai dar no mesmo). Logo, se tiver perdido peso, provo que afinal não estou assim tão bem. Isto é ridículo. E que tal chegares lá e dizeres "não estou bem"??? Mas naaaaaaaao... dar cabo da saúde física e mental é muito mais divertido. Bah.

Estou nojenta. Completamente nojenta. E não consigo parar de achar que tenho razão. E não é só a gordura, é mesmo nojenta em todo o lado... estou mais feia do que nunca, o cabelo está horrível, a pele está uma desgraça (vermelha e a escamar lol), eu sei lá mais o quê. Tenho de tomar banho todos os dias (incluindo lavar o cabelo, o que o deixa no belo estado que está) e se só tomar uma vez, já acho que é um bom progresso. Mas nem assim deixo de estar nojenta. Nojo nojo nojo. Por mais que me esfregue, esta nojice não me sai de cima. Nojo. Sou tão feia, meu deus! que nojo!!!

Tirem-me isto da cabeça, pelamordedeus! Não aguento mais sentir-me assim... não aguento mais. Tirem-me daqui... matem-me, qualquer coisa! Quero dormir e não acordar mais lol (que deprimente...)
Estou cansada. Verdadeiramente cansada.
*help*





terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Nunca mais

Nunca mais chega o dia da consulta, cacete! Preciso, preciso, preciso! Enfim.

Ora vamos então às novidades...
Hoje tive exame de estatística II. LOL foi lindo! Não peguei num livro e baldei-me às últimas aulas, mas resolvi ir ao exame na mesma... não custa tentar a sorte xD
Tenho conduzido todos os dias um bocadinho, para ir treinando e tal... acho que me vou desenrascando, pelo menos ainda não matei ninguém.
E acho que é isto... nao tenho mais novidades... tenho comido que nem uma lontra, mas isso não é novidade.
Enfim, enfim. Que dia 2 venha depressa!! Preciso mesmo que alguém me ponha um travão. "Sozinha" não estou a conseguir e estou a ficar sem forças. Mesmo.
***

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

coiso e tal

Ando sem pachorra para escrever. Até porque nem sei bem o que dizer. Não faço ideia de como estou. Acho que ando a comer normalmente, sei lá,  mas a cabeça continua uma desgraça, claro. Emagreci (não faço ideia quanto) e quero (e vou) continuar a emagrecer. Mas sem deixar de comer, "claro".
ai, whatever. Até eu já estou farta destas neuras lol mudemos de assunto... PASSEI NO EXAME DE CONDUÇAO! Yeay me! :D
Já disse k me aborrece escrever (eu sei k já, é só mesmo para reforçar a ideia)?
**

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

I swear i'm trying...

BUT THIS IS SO FUCKIN' HAAAAAAAAARD

Quero voltar a restringir, mas não quero. Tenho de ultrapassar este desejo. E o que faço para o ultrapassar? Como. LOL acho que sim, faz todo o sentido.
Não é que ache que esteja a comer demais. Quero dizer, até devo estar. Mas, sei lá. Não quero pensar nisso, não é isso que me importa neste momento. Acho eu.
O que penso que quero é encontrar um meio termo. Mas não sei se já estou preparada, nao sei se "já posso". Quero. Mas ainda acho k há qq coisa que não está ainda como "deveria" estar. Ainda "não é seguro".
Mas, sinceramente, a vontade de passar fome não é nenhuma...  por outro lado, voltar a comer normalmente significa ter de encontrar outra coisa qq para fazer da vida... e que vou eu fazer? Estudar? Trabalhar? Quero, mas não é nada que me fascine... qual é o objectivo? Estudar mais 3 anos (mestrado) e ir para o desemprego? Bem, mas ficar nisto a minha vida inteira, isso sim é desperdício (para não dizer estupidez). Mas... será que já estou pronta? Talvez já esteja (até é provável que tenha estado sempre). Mas talvez ainda não queira estar. Talvez seja isso. Mas o não querer estar pronta é sinónimo de não estar pronta, nao? Whatever
Tenho de decidir. Que fase vem agora? Restrição ou recuperação?


p.s. Sem stress. Se virmos bem as coisas, estar confusa/indecisa é um bom sinal. Aliás, é um ÓPTIMO sinal. E todas nós sabemos isso. Right?

domingo, 8 de janeiro de 2012

sábado, 7 de janeiro de 2012

coiso

(tive vergonha de dar como título "espécie de bipolaridade parte III)

Voltei a estar bem (lol). Acordei ligeiramente deprimida e tal mas depois foi melhorando. Comi normalmente. Vá, talvez um pouquinho a menos do que devia, mas eh pá, acho que é capaz de ser melhor do que não comer nada/comer tudo.

Comprei um livro que é simplesmente a minha cara. Sabia que ia gostar e não me enganei. "Psicanálise dos contos de fadas". É simplesmente brilhante! Envolve, basicamente, psicologia e crianças, portanto tem de ser bom (nao necessariamente, mas ok). Pelo menos até agora estou a gostar...

Por hoje é tudo.
**

p.s. já vos disse que adoro a minha psicóloga? :D

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Espécie de bipolaridade, parte II

Voltei ao drama.
Desliguei o telm para a M. não me contactar.
Passei o dia a enfardar.
A minha cabeça não pára.
Não sei o que fazer. Sinto-me de mãos atadas.
Liguei à M. faz 15 minutos. Os meus pais não vão para o campo este fim-de-semana, então achei boa ideia irmos as duas para lá. Ela vai perguntar aos pais dela e eu aos meus. Se formos, fixe. Se não formos, não faço puta ideia do que fazer à minha vida lol (eu disse k voltei ao drama...).
Whatever. Amanhã há-de ser melhor.
***

--------------------------------
Acabei de jantar (são 19h15... cada dia é mais cedo lol).
O jantar seriam os "restos" de outros dias. Escolhi a sopa, porque mais ninguem a queria e odeio que vá comida fora. O meu pai sugeriu que comesse um bife minusculo e 2 colheres de sopa de puré de batata em cima da sopa. "Ok". "Mas não exageres na sopa".   "??"   "Põe só uma concha que chega"    "???????????" Foi o que fiz. Comi a merda da sopa e o bife minusculo com a quantidade absurda (ironia) de puré. Escolhi uma maçã para sobremesa. "São grandes, não são?" "Sim" "Se achares que é muito grande, deixa metade que eu como"  MAS QUE MERDA VEM A SER ESTA??? TOU ASSIM TÃO GORDA??? FODA-SE, EU SEI K TOU, MAS VÁ, NEM 46KGS TENHO!!! (com o que comi hoje, ja tenho de certeza, mas enfim)
Tá claro que pousei imediatamente a maçã, comi o que tinha na boca e o que tinha na mão foi fora. Levantei-me logo e pus-me a lavar a loiça e a fazer um esforço enorme para não chorar.  Vim para o quarto. Já chorei um bocadinho, mas não o suficiente. Tou à espera que saiam de casa para deprimir à vontade lol
Quem me dera ter forças para não comer. Podem ter a certeza que nem tão cedo ia enfiar comida neste corpo. Mas não vale a pena dizer que o vou fazer, porque sei que não consigo. Estou farta disto tudo. Quando é que isto acaba??????????????

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Espécie de bipolaridade

Até ao dia de ontem, os meus dias têm-se resumido a comer, perdão, a enfardar e a sentir pena de mim própria. Hoje acordei com a sensação de que o mundo é belo (vá, nao exageremos, mas eu gosto sempre de hiperbolizar as coisas...é mais divertido) e de que nada me vai derrotar.

Soooooo... o meu dia foi:
9h30 banho; peq almoço (cereais mais leite QUANTIDADES NORMAIS!!! E FIKEI CHEIA!!!)
10H10 aula de condução (exame marcado para dia 19)
11h supostamente o meu momento zen do dia (ir po cafe beber café (jura!), fumar e fazer cruzadexes lol), mas o meu tio passou por ali e conversamos durante 1h
12h visita aos avós maternos, onde depois apareceu a avó paterna e uma outra velhota (que não faço ideia de quem seja, mas ok). Quando me vinha embora comecei a ouvir uns "aiiiiiii dói-me aquiiiii" e uns "aiiiii não servimos para nada" aos quais se juntaram uns "aiiiii só damos trabalho". Soooooo fiquei por lá a fazer/dizer parvoíces e quando me vim embora as minhas avós quase que se mijavam de tanto rir (agora que penso, o mais provável é terem-no feito, mas não me lembrei de verificar lol) - não tou a gozar com elas, atenção! EU ADORO OS MEUS AVÓS! Adiante...
13h15 Almoço (esparguete cozido com carne moída e meia maçã- era gigante e eu JA ESTAVA CHEIA!!!!!!!!!), seguido de café com a mãe, onde apareceu a M. (a tal amiga desde os 6 anos), com a qual passei a tarde na galhofa ("Então e quais são as tua resoluções para este ano, Inês?" "Não tenho disso ahaha" "Porquê???" "Ohhhhhhh!!!!! QUE CÃO TÃO FOFOOOO! AI NAO SABES O QUE O COOKIE FEZ HOJE! blablabla" - sim...o meu cão chama-se Cookie LOL adivinhem que sugeriu o nome!)
18H30 Levei cães à rua
Depois: Fazer jantar, jantar (pipis com puré de batata e salada de fruta QUANTIDADES NORMAIS!!!!!)

eeeeee voilà! Foi o meu dia! Ah, combinei com a M. amanhã uma tarde de tricôt (LOL coitada... a sorte é que ela até acha que gosta ^^') e/ou de cozinha (no sentido de cozinhar... vamos dar uso ao resto da massa comestível que sobrou do natal. Ah! Algumas de vocês não sabem do que falo... lol vou por aki uma ou outra foto das cenas que fiz e que a M. quer que lhe ensine...)

Mas isto tudo era para dizer o quê, mesmo? Ah! Que me considero completamente disfuncional por ter estas alterações de humor esplêndidas. Mas hoje não quero saber disso. Sinto-me bem e gostava de continuar assim. Posso?

*KISS*
o pai fez o pai natal. eu fiz o resto.
Ah, é TUDO COMESTÍVEL (ou era).


Paredes: bolacha de gengibre
Telhado: Claras de ovo com açucar e mais qq coisa que nao me lembro;
smarties; coco ralado; açúcar em pó e raspas de chocolate
Tudo o resto: massa comestível (cujo nome nao me lembro)

adoro do pormenor da colher a segurar a casa lol
tava tudo com pena de a ver a cair (menos eu, k so keria é enfardar)


Só fiz o boneco de neve, que nem dá para ver bem, mas ya


quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Que eu esteja errada...

Por favor, por favor!

Once upon a time...

Desculpem lá, mas eu era fofinha!!!


3 ou 4 anitos




sempre fui e sempre serei (ou pelo menos tento) a "parvinha" da família


11 ou 12 anos. Ainda sem neuras (graves)

13 ou 14 anos e com a cabeça cheia de merda lol
Se repararem, o meu pai está a agarrar-me com força, para que me tirem a foto...
 aqui ainda conseguiam, mas pouco tempo depois desistiram de tentar ^^'
devia ter uns 53kgs, prai

I miss those days.

domingo, 1 de janeiro de 2012

2011/2012

Ontem à noite:
Eu: "a mãe está amuada?"
Pai: "Está! Sei lá eu porquê! Ficou assim de repente! Eu já me estava a admirar..."
Eu: " É, não é?? Por acaso também já me tinha apercebido que este ano as coisas até estavam a correr bem, para variar..."
Pai: "Também eu! Todos os anos há sempre qualquer coisa!"

Hoje
Acordei por volta das 10h. Tomei banho e sequei o cabelo. Tomei o pequeno-almoço (cereais e 5 fatias de queijo), limpei o quarto e dei um jeito geral à casa. Fiz o almoço aos avós (LEMBREI-ME AGORA QUE ME ESQUECI DE DAR O COMPRIMIDO À MINHA AVÓ!!!! %$#&$#%! Adiante...). Levei os cães à rua e depois fui à farmácia comprar drogas para mim e para a minha mãe (também adoeceu).
Regressei a casa. A mãe estava na cama e o pai de varanda, a olhar para ontem. "Vocês zangaram-se, pápi?" "Sim, logo de manhã!". Almocei (sopa e maçã). Fui pó café esperar pela thinnerthanair e tivemos uma tarde espectacular. Pusemos a conversa em dia noutro café, andámos pela cidade, lanchámos (uma tosta de queijo cada uma, um galão para mim e um sumo de laranja natural para ela) e comprámos porcarias para "mais logo" LOL (estragámos tudo aqui, mas vá, até nao exagerámos muito - juro!).

Regresso a casa as 18h. Mãe não está.
Pai: "Foi ao cabeleireiro".
Eu: "AH!!! JÁ LHE PASSOU A NEURA???"
Pai: "Sim, já se fartou de chorar..." (Pelos vistos este ano a culpa pertence ao filho dos meus pais. Menos mal).


20h pais saem para "jantar fora" e eu saio para ir "ter com o pessoal". Fiz-me acompanhar de 2 tabletes de chocolate pequenas, 1 pacote de gomas, tabaco, revista de passatempos (suduku, cruzadexes...), uma revista qualquer "cor-de-rosa" e roupa, muita roupa em cima. Passei 4h a petiscar a comida (nao comi tudo, tou demasiado adoentada para comer tipo lontra), a fazer exercício numas máquinas que espalharam pela cidade (para nao entrar em hipotermia) e a chamar nomes (mentalmente) a quem passava, porque estavam a perturbar o meu momento zen. Sim, sim, eu sei que a verdadeira razão é porque tenho inveja de aquelas pessoas estarem felizes (ou por terem forças para disfarçar a infelicidade) e eu não. Mas deixem-me lá enganar-me, posso?
23H55 vontade enorme de ir ao wc. Corro até casa (onde não está ninguém), começa o fogo de artíficio, faço "o-que-tenho-a-fazer" (xixi), acalmo os cães (ficam apavorados com o barulho) e saio a correr. Vou para o meio da confusão e telefono aos pais a desejar "bom ano", toda feliz e contente (escolhi estar no meio do barulho por motivos óbvios........). Vou novamente para uma zona isolada até à 1h30 (não aguentei mais o frio). Venho para casa. Pai e mãe dormem.

E já está. Mais um ano. Podem achar que foi uma pda deprimente, mas garanto que foi das melhores que ja tive. Comi merdas, fumei, fiz alguns passatempos, fiz exercício e não tive de fingir que estava bem. Há melhor que isto???

Antes que me esqueça, o convite mais tentador que tive para a pda (tendo em conta o meu estado deprimente, claro) foi o de passar a noite sozinha com o ex. Até teria ido (porque podia fazer precisamente o mesmo que fiz na rua, mas ao menos estaria quentinha lol), mas lembrei-me que a psicologa na 2ª deve perguntar como foi a pda. E não teria lata para lhe dizer que a tinha passado com ele. E mentir está fora de questão (se mentir a ela, com que serei eu sincera???) Prefiro dizer que fiquei na rua sozinha a comer merdas LOL (mal sabe ela que faz 2 semanas que passei 2 noites com ele........)


Como disse, e muito bem, a Filipa:


"Que 2012 seja o nosso ano!"