domingo, 25 de março de 2012

Talking with myself.

Sinto que tenho comido porcarias a mais, mas toda a gente me diz que estou mais magra outra vez. E ao ouvir isto, começo a evitar certos alimentos e a diminuir quantidades. Não quero. Mas não sei o que fazer.

Sabes sim, Inês. Come o que sabes que é certo e esquece as neuras. 

"Não quero" estar mais magra quando lá for na 5ª. Queria mostrar que consigo manter. Ora, então se emagreci, tenho de aumentar. Mas aumentar quanto? Tenho de me pesar. Mas não sei o que é feito da balança cá de casa e não tenho coragem de perguntar por ela. Além disso, tenho medo de me pesar. Tenho medo de ver um número mais baixo e gostar. 

Então se tens medo, não te peses...

Mas assim não sei o que tenho de aumentar para manter... 

Eh pá, lixa-te para a porcaria do peso! Tenta libertar-te disso e comer o que te apetece! 

Mas tenho medo de comer a mais...

E se comeres a mais, qual é o problema??

Nenhum, acho eu... bem, comer demais tb nao é saudavel, certo? Eu queria saber comer de forma saudável sem me focar muito nisso e SEM EMAGRECER ou SEM ENGORDAR. 

Ó pá, és mesmo otária. Sabes que estás a aprender, certo? Ninguém nasce ensinado e é a errar que se aprende... tu sabes disso, pa! 

Oh. Eu sei. Mas tipo... bah. Sei lá. Porque é que eles tiveram de comentar que me acham mais magra se eu nem me apercebi??? Agora não paro de pensar nisso e quero mais... 

COMENTARAM PORQUE SE PREOCUPAM, OTÁRIA!!!!! 

Eu sei que se preocupam... não disse o contrário... mas é que agora não paro de pensar nisso...

Estás a arranjar desculpas para poderes emagrecer. Vais culpar eles preocuparem-se contigo, é?? ooooooooooh!!!!!!!! JÁ PERCEBI!!!!!!!!! Tu interpretaste isso como um "inês, nós sabemos que nao estas muito bem nestes dias" e adoraste porque estás preocupada com a M. e com a L. e não sabes o que fazer nem a quem pedir conselhos sobre o que andas a fazer... adoraste que alguém tenha percebido que também és humana e que tentar acalmar/ajudar/whatever 4 pessoas ao mesmo tempo é dose. Ainda por cima estando a M. envolvida. 

Eh pá, se calhar até é isso, sim. Faz sentido... e se for, que faço eu então? 

Bem, tentas ser tu mesma, não te vais envolver no assunto, vais dar apoio à M. EM PRIMEIRO LUGAR e vais esperar calmamente por 5ªfeira para contares à psicóloga. É isso. É isso que vais fazer. 

Parece-me bem. Mas e quanto à alimentação?

Ai o cacete... o que tem a alimentação?

Ok. Já percebi. Eu sei o que tenho de fazer. Comer quando tenho fome, tentar que sejam coisas saudáveis mas nao me privar de nada. E se achar que comi demais, azar. Estou a aprender, tenho direito de errar. 

Além disso não é o fim do mundo. Podes sempre ir correr UM BOCADO, por exemplo. Mas não te castigues. Já chega de te mal tratares, não achas?

É... acho que mereço tratar-me melhor... 

Pois. Vá, agora vai dormir. Relaxa, estás a fazer o melhor que consegues neste momento. A M. sente isso. E não, não fales com ele, otária. Não faz sentido nenhum. Tu sabias disso, porque é que raio te deixaste convencer...

Mas pelo menos mandei a mensagem a dizer o que queria, embora de forma subtil....

Sim, é verdade... e a M. não ficou triste, pelo menos aparentemente... 

ya...

então vá. Relaxa. Amanhã acordas cedinho (ou não, porque não tens dormido e mereces descansar, amanhã logo decides), vais correr/andar outra vez, vais comer normalmente, vais dar explicação e vais continuar a sentir-te orgulhosa de ti. Estás no bom caminho, Inês. Estou orgulhosa de ti.

Obrigada. E eu de ti. Obrigada por teres voltado. 


p.s. actualizei o diário alimentar. 

3 comentários:

Pizza disse...

OH inês, estão tão bem para psicologia :D:D:D:D:D:D
tu própria conheces-te melhor do q ninguém, a sério, tu própria tens a capacidade de solucionar todos os teus problemas (quem me dera ser assim). E tens uma força inês... és GRANDE! a sério, e és LINDA! E amiga, e humana, e boa pessoa... gostava mesmo muito q tivesses entrado na minha vida (sim pq sinto q entraste!lol) e ainda bem q isso aconteceu :)
beijinhos enormes, daqui ate ao ceu :)

Joana disse...

Olá :)

Eu ia deixar um comentário todo lamechas, mas a Pizza deixou-o por mim ;)

De qualquer forma, deixaste-me muito emocionada com o teu post. A menina lutadora que eu vi e que me fez acreditar em ti existe e está bem viva dentro de ti. Todas essas dúvidas são muito muito normais.

Acredita, se há coisa que eu entendo (podia ser doutorada no assunto) é a questão quero-comer-saudavelmente-mas-não-quero-emagrecer-e-muito-menos-quero-engordar-porque-acho-que-engordar-é-a-pior-coisa-de-todos-os-tempos.

E acredita em mim, JURO-TE que isso passa. Isso passa. Já deves saber isto, mas vou dizer-to outra vez :P Quando tens AN os teus circuitos neuronais ficam todos avariados :P Isso associado ao facto das pessoas comerem pouco leva a que, simplificando, pensem mal. Daí as ideias corporais erradas, daí uma data de coisas. Quando começas a ficar melhor começas a pensar direito. Começas a ficar menos ansiosa com tudo, começas a ter auto-crítica, começas a ter uma maior capacidade de lidar com tudo. Quando o teu corpo fica melhor, a tua cabeça fica melhor também, e assim sucessivamente.

Agora vai aqui uma pergunta: tu achas que eu podia ajudar as pessoas? Quando eu criei o meu blog um dos meus objectivos era ajudar as pessoas com anorexia, mas fico sempre a achar que não ia acrescentar nada de muito útil. Tu sabes como é, os conceitos já lá estão, mas nós só os usamos quando não estamos a lutar contra eles ;)

Muitos beijinhos e tem uma óptima semana :)

Bubbles disse...

É disto que eu falo quando me sinto mais forte e racional. É da capacidade de falar comigo e solucionar os problemas, não fazendo alta fita.
Só espero que te mantenhas assim.
Segue o plano da Dra Silvia. Chega de porcarias e de dietas parvas. :)

Sê feliz. *