sábado, 21 de abril de 2012

Viva. E bem viva :)

Tenho andado tão ocupada que me tenho ausentado um bocado destes lugares.

Como já tinha dito, comecei a dar explicações de Língua Portuguesa a um miúdo do 7ºano. Já teve positiva num teste.
Além dele, comecei a dar explicações às irmãs da namorada do estupor. Uma está no 7º ano (ainda não sei a que lhe vou dar explicação...talvez um pouco de tudo), a outra está a tirar um curso profissional (animadora sei-lá.do-quê, tem 15 anos) e vou ajudá-la em psicologia. Já tive um dia com a mais pequena e correu bem. É inteligente e divertida. Ainda não tive com a outra, porque desmarcou.
Estou também a ajudar a minha prima que teve 5 negativas no 2º período. Está no 8º ano e o meu tio ligou-me há uns dias a pedir ajuda. Tenho estado com ela quase todos os dias e parece-me que está a melhorar a matemática (onde nos temos focado).

Hoje estive com ela (prima) a tarde quase toda. Estudámos matemática, fomos lanchar, ver lojas de roupa/vernizes, voltámos a estudar matemática, jantámos, arranjei-lhe as sobrancelhas. Depois convidámos o pai dela (meu tio) para ir ao café, por volta das 22h. Aliás, não convidámos... simplesmente dissemos "vamos os 3 ao café" lol
Segundo o meu pai (irmão do meu tio), o meu tio está com uma depressão em cima. E hoje no café tive a certeza disso. De forma indirecta, ele pediu-me ajuda. Evitei falarmos sobre isso à frente da miúda e combinei café amanhã com ele quando ela estiver a fazer os trabalhos de casa que lhe mandei.
De acordo com os meus pais, este lado da família (ou seja, família paterna) tem assim umas tendências para problemas mentais (e por sorte eu saio a esse lado da família, não só a nível físico, como psicológico). Parece que um meu avô ou bisavô paterno, sei lá, tinha fobias e tendências depressivas também.
Nem quero pensar no que o meu tio está a sentir neste momento. Amanhã vou tentar ajudá-lo. Não sei bem como, mas uma coisa é certa, ele não está sozinho, eu consigo compreender sem o julgar.

Mais coisas...

Peso: 48kgs certinhos hoje de manhã. Estou bem com isso. Não tenho passado fome nem tenho tido compulsões. Tenho exagerado muitas vezes, é verdade, mas azar. Não me vou massacrar por causa disso.
Segunda-feira consulta com psicóloga. Vou pedir para espaçar as consultas. Não sei se estou pronta, mas tenho de estar. As coisas não estão fáceis a nível financeiro e tenho de dar esta boa notícia aos meus pais. Bem precisam de uma boa notícia. E eu também. Tenho de me mentalizar que tenho de cortar o cordão umbilical das idas às consultas... E acho que já consigo começar a fazer o desmame :)

Tenho saído com amigos, tenho convivido com gosto.

Uma professora, no outro dia, enviou-me um e-mail a pedir ajuda para continuar a investigação que começámos o ano passado. Vocês já não se devem lembrar, mas o ano passado tive uma cadeira que consistia em participar num projecto de investigação (esta cadeira era opcional). Eu lá escolhi a professora e o tema (basicamente um estudo sobre influência dos factores péri e pré natais nas dificuldades de aprendizagem em alunos do 4º ano de escolaridade) e terminei a cadeira com 18 valores. No entanto, a professora gostava de apresentar alguns resultados da investigação (somos um grupo em portugal e outro em espanha, é fixe :P) numa conferência que vai haver daqui a uns dias. Mas para tal, precisa de ajuda.
E eu não consegui dizer que não. Abalei de casa, fui para a universidade (1ª vez este semestre) e lá tive uma reunião com ela e mais algumas colegas de curso. Regressei a casa com uma quantidade absurda de questionários (alguns dos muuuuuitos questionários que fiz e andei a distribuir por escolas primárias no ano passado) para inserir no spss. Adoro adoro adoro.

Todos os dias tenho tido explicações para dar e agora mais isto da universidade (que faço porque quero, não sou obrigada. Claro está que quero ter o meu nome na investigação, daí o me estar a dedicar tanto hehehe é bom para o currículo). Sinto-me bem. Sinto-me útil, sinto-me inteligente e motivo de orgulho.

Estou bem, estou feliz. Não estou curada, mas sinto-me bem. Finalmente.


9 comentários:

Dory disse...

estou.tão.feliz.por.ti.
nem sei explicar. és linda. *

Joana disse...

:D Eu disse-te. Eu disse-te. EU DISSE-TE EU DISSE-TE EU DISSE-TE :D (estou a gritar e aos saltinhos) :D
Eu disse-te que este dia ia chegar :D Ah, estou sem palavras :D

Fico muito muito feliz que te sintas bem. Mesmo. Mesmo :D

Muitos parabéns. Por tudo :) Pela força, pela coragem, por estares a ser incansável na luta :) Estás a portar-te mesmo bem Inês :D

Já estava a ficar preocupada contigo, e fico muito feliz que esteja tudo bem, a sério :D (acho que já disse muito feliz lá em cima, mas estou mesmo muito feliz) ;) Acho que vou dormir e amanhã venho aqui comentar algo mais profundo :D Por hoje digo-te: és uma rapariga linda que merece muito ser feliz :)

Muitos beijinhos :)

Diana disse...

ai pá, és linda, ainda bem que existes

Joana disse...

Voltei :) Apesar de tudo, voltei a ler o meu comentário e acho que reflecte bem aquilo que senti ontem quando li o teu post :)

Estás a fazer tudo bem: estás a distrair-te, estás a deixar-te ir e estás a deixar-te ficar curada :) Vai correr tudo bem, e já sabes, quando precisares de alguma coisa podes contar comigo, a sério :)

Ainda bem que estás envolvida na universidade novamente, nota-se que isso te deixa muito feliz (e tens razões para isso, foste convidada para participar num projecto!) :D

Muitos beijinhos e tem um bom Domingo :D

Pizza disse...

PYPS!
Quando li o título do teu post OMD!
é mesmo estranho a capacidade q tens para me influenciar :D LOL (no bom sentido!!!)
Adorei ler isto... adorei!
E fiquei mesmo orgulhosa de ti... és tão inteligente (tantas explicações, investigação na uni, UAU!) Isso é tão bom! :)
Enfim, fico mesmo feliz!
estás no bom caminho
Adorei,
Escreve-nos sempre!

Luah disse...

mas que bom :)
ainda bem que te sentes assim! **

Milita* disse...

Fico feliz por saber que estás bem :D

Força nessa investigação e continua a ajudar os pequenotes :)


um beijinho*

Filipa disse...

Olá fico feliz por saber estas noticias tuas! Eu acho que um dia vais dizer "estou tratada e sou feliz!"
É mesmo bom saber que estás assim :)

Ajuda o teu tio, ajuda-o a assumir que está com um problema, porque esse é mesmo o problema... O meu pai anda com uma depressão há muitos anos, às vezes melhora, depois tem fases que fica impossível, mas este ano ele pediu ajuda, finalmente! Mas é tão difícil ajuda-lo! Sabes que do meu lado paterno também existem alguns problemas desses... mas não falemos de tristezas!

Hoje estou aqui só para te dizer que fico contente por te sentires assim!:D

Beijo

(●•Lia •●) disse...

ôo.ooH!
Fico muito feliz por esta ajudando tantas pessoas. E esta feliz também!
E seu peso lindo!

Parabéns menina linda!

DDD*