quarta-feira, 20 de junho de 2012

"O que é isso que tens nos braços? Foi desgosto de seres assim tao magra?"

mais uma vez. Mas é diferente, nao vou la ao fundo. Só preciso ter forças para aumentar de peso. Ou entao o problema nao é o peso (que nao é, mas é). Bah.

Decidi continuar com a psicóloga (nunca pensei desistir, mas enfim), ao que ela respondeu nao ser negociável ter apoio só com ela. Preciso de apoio médico também. Marquei consulta para a psiquiatra. Nem sei com que cara lá apareço, mas enfim. Pesei 49.900, como na última consulta. "Isto não é nada, Inês!"

Hoje de manhã estava magra, "tenho mesmo de engordar, credo!" Neste momento sou um bisonte. "tque nojo! tenho mesmo de emagrecer, ceus!" Bah.

Ah, afinal confirma-se a borderline stuff. Já nao me incomoda. Sempre esteve cá, porque iria eu stressar agora? Porque tem nome? Segundo ela, não é assim nada graaaaaave (como certos casos que se lê nos livros lol eu cá nao bato em ninguem lol), mas tem de ser tratado, ou entao fico (mesmo) maluquinha da silva. Tá-se bem, continuo com o tratamento. Sem stress. Mas posso, ao menos, ficar com este peso? lol

Tenho ido à praia. Tou com alto bronze (para mim é fantástico, sou branquela e raramente ia à praia, ultimamente). "Até tenho ido com amigos! Ainda ontem fui com um amigo, os dois!" Psicologa incrédula. "Amigo?? Ou pretendente?"  E lá admiti que ele está interessado. Aliás, acha ele, coitado. Sabe lá no que se iria meter. Também é diabetico (igual ao F.) e também tem 7 anos a mais que eu (igual ao F.). Isto é de arrepiar lol
Ela diz que tenho de ter cuidado, porque tenho um dom para escolher "bem". São sempre tao ou mais doentes que eu (isto dito assim até parece que já me envolvi com muitos, mas whatever, cada um que pense o que quiser lol).
Entao, cheguei a faro e apresentei-o à M., nao vá ele ser outro desses e eu "interessar-me" ou entao, se nao for, dou-lhe um chuto no rabiosque, como tb é costume, inventando mil e uma desculpas. Só que o desgraçado teve de achar que tenho cara de psicóloga e contou-me coisas da vida dele de bradar aos ceus. Diz ele que me conta porque sente confiança em mim "nao sei explicar porquê" e porque me quer por a falar.
Sim, porque já viu os meus belos braços. Tentou mil e uma vezes sacar de mim porque o fiz (nao pergunta o que é, porque é mais do que explícito) e como. Como nao consegue arrancar nada, manda umas cenas pó ar, a ver se acerta. A mais gira foi "acho que isso foi um desgosto... por exemplo, de seres assim tao magra... foi isso?" ganda gargalhada que me ia saindo. Enfim. Outra boa foi ter-me contado que um primo o tentou violar em criança e que acha que eu passei por algo parecido. Ia-o mandando à merda naquele momento, mas fiquei-me por enviar uma msg à mariana "esquece, patins nele!"
É de frisar que ele conhece-me ainda nem faz uma semana. Enfim. Passei a noite a chorar e a pedir para morrer (de 2ª para 3ª). A terça foi passada na cama, tirando à noite, que acabei por ir a praia beber cof com ele (nao consigo simplesmente manda-lo dar uma volta depois de me ter contado o que contou... se for verdade o que contou, doiria demasiado simplesmente cagar nele depois de tal confissao. sooo, creio que vou tentar ser amiga dele) . Hoje estou melhor. Comecei a estudar (exame para a semana). Mas tou com fomes. E algo triste. Nao sei bem pq. Era bem mais facil terminar já tudo de uma vez... bah. Too much work. E nem tenho forças. Nem jeito. Whatever.
This too shall pass :)
**

3 comentários:

Joana disse...

Olá Inês!

Ainda bem que voltaste, estava a ficar preocupada!

No dia 2 não estou por Lisboa, mas certamente não irão faltar oportunidades porque tu não vais a lado nenhum e vais continuar a ser bem acompanhada e vais continuar a melhorar. Certo?

Eu não acho que devas propriamente 'patins nele'. Pelo que me contaste não me parece que ele seja propriamente má influência para ti, e pode ser que falar com alguém que já passou por algumas coisas complicadas (tal como tu) vos ajude a ambos. Pensa nisto como uma oportunidade para poderes exercer ;)

E se entretanto surgir algo mais, porque não arriscar Inês? Toda a gente tem bagagem, toda a gente tem problemas e defeitos e traumas anteriores. E toda a gente merece ser amada.

A sério, ia fazer-te tão bem ser amada ;)

Pensa nisso :)

Beijinhos e tem um óptimo dia :D

Pizza disse...

Olá Inessss!:)
eu acho q esse rapazinho (homem?)está bastante interessado em ti (por amor de Deus, está tão interessado em querer saber tudo) e está a ser uma boa companhia (amigo?) por isso aproveita. se te sente bem com ele, independentemente das historias q ele ja te conta, continua a combinar coisas. Faz-te bem sair!! :) Praia, cafés, boa! :)
acho q fazes bem em não te preocupares c esse nome (border..?!) WTF para isso! Eu gosto da tua maneira de ser, tu tb tens q mudar, independentemente de ser uma característica ou não! :
beijinhos e vai dando notíciaaaas!

Diana disse...

LOL "patins nele". lindo.