sábado, 11 de agosto de 2012

huuum...

Hoje fui um bocadinho parva com ele (gajo). Ontem tirou um frango do congelador para me fazer o almoço hoje. "Era surpresa, daí não te ter avisado!" Como passei a manhã a comer, não fiquei muito alegre quando insistiu para almoçar por lá e tentei culpabilizá-lo, nem sei bem do quê.  Mas pelo menos apercebi-me da parvoíce e pedi desculpa.

À tarde, numa esplanada e a jogar sudoku, chamei-lhe "mor". Saiu-me, juro. Tentei disfarçar, mas ele reparou "chamaste-me mor!!!" e esboçou grande sorriso. Eu sorri, continuando a jogar "olha, aqui é um 3!"

Mais tarde, tentou, muito subtilmente (ou não) que fossemos para casa dele. Tentei cortar-lhe as bases, mas morreu tudo quando comprou iogurtes "tenho de ir a casa, para os pôr no frio...". E lá fomos.
Tentou várias vezes e perguntou até. Não consegui dizer que não, mas consegui transmitir que não queria. E ele não insistiu (vá, mais ou menos, mas a culpa é minha porque não sou convincente... lá está, petrifico...). O que importa é que ficamos "apenas" enroladinhos e quietinhos e fofinhos. lol  Acabou tudo quando me ia descaindo e me escorreu uma lágrima. "vou fumar blablabla queres um? blablabla o filme blablabla" Não sei se reparou. Talvez.

"obrigada" disse-lhe eu quando nos despedimos.
"obrigada do quê?"
"Até logo"

Ganhou pontos hoje :)
Acabei de comer 1l de gelado, mas não estou muito importada com isso. Descarreguei a ansiedade no gelado, agora azar. Não me vou chatear com isso.

Será que começo a gostar dele? Será que posso? Será que ele não é mais  uma escolha feita pelo meu lado doentio? O que diria a dra. F. dele? Não sei... só o tempo dirá.

Beijinho a todas e bom fim-de-semana :)


 


p.s. não me pesei hoje nem me vou pesar.

4 comentários:

Luah disse...

hehe que girooo deixa-te levar! pode-te fazer bem né? :) eu gostava muito que fosses feliz, por isso parece-me ser bom teres alguém contigo de quem gostes muito. :D

ps: sobre o que comentaste do meu post...eu sei linda, eu tenho vergonha das dos braços, embora já não se notem muito, à anos que não o fazia, e desta vez fiz na perna por puro impulso. :S***

Joana disse...

Fizeste muito bem em não te pesar ;) Já tens preocupações que cheguem miúda ;)

Relaxa e deixa-te ir :) Eu sei que é difícil, mas tenta :)

Muitos beijinhos :D

Andreia disse...

a vida é curta! aproveita cada momento e deixa-te levar :)

ThinnerThanAir disse...

Nao te apresses...e se nao der certo kal é o mal? nao podes estar sempre a pensar k a culpa foi tua ou sempre k tas com ele pensar será k é o tal? Isso vai com o tempo...ainda é cedo. Mas se ele continua c akelas atitudes parvas eu madava-lhe dar uma volta.