sábado, 26 de janeiro de 2013

hey

Ando stressada porque não tenho tempo para estudar. Quando finalmente tenho tempo, aborrece-me  portanto deito-me no sofá a ver tv (coisa que raramente faço) e a comer 3 chocolates mars (que não aprecio muito e tinha comprado para as bolas verdes do meu explicando mais novo).

Ontem comprei 3 pares de calças. Umas 36 e duas 34. Acho ridiculo o quão magras estão as minhas pernas, tendo em consideração o que tenho comido.

Como o mesmo ou mais ainda que o rapaz. Note-se que ele tem praí 1.80m e eu 1.62m. Ele já vai admitindo que como praticamente o mesmo que ele, só que alimento-me como se não houvesse amanhã (ou seja, devoro tudo em escassos minutos) enquanto ele leva "uma eternidade". Daí parecer que eu como pouco e que ele come muito. "É por isso que não engordas".

Concordo com ele. Não necessariamente por achar que, se começar a comer devagar, aumento de peso, mas sim porque sei que quando conseguir comer mais lentamente será sinónimo de que ando mais calma, logo o meu corpo relaxa e não consome tudo o que devoro. Por outro lado, não vai pedir tanta comida. O que não faz sentido... assim mantenho na mesma, nao?

Bem, paciência. Acho estranho comer mais do que há uns anos atrás e estar mais magra. Mas faz sentido.
Não faço ideia de quanto peso, a última vez (consulta) tinha 47.2. Nunca mais me pesei, a pilha da balança morreu e nunca mais me lembrei de ir comprar uma (huuuuuuuuuuuuuuuuuuuum... esqueceste-te... claro, claro). De qualquer das formas, não me acho gorda, o que é muito bom.

O estupor e a namorada vão-se juntar. Não percebi se  é já este mês que vem ou não. Por um lado fico muito contente (quanto menos tempo e menos coisas dele por cá, melhor). Por outro fico com alguma revolta (ele não merece ser independente primeiro que ele). Mas fico maioritariamente contente. Além de tudo, ele é meu irmão. E eu tenho saudades dele. Mas isso não faz dele menos cabrão, logo ainda estou à espera de uma oportunidade (ou duas, ou três) para poder gritar, bater, espernear e tudo o que me apetecer à frente dele, para me certificar que sofre e que está arrependido. Enquanto isso não acontecer, enquanto ele não mostrar maturidade (lol) sinto-me no direito de uns dias estar bem com ele (e até meter conversa, se me apetecer) e noutros simplesmente ignorá-lo e até magoá-lo um pouco. Tenho todo o direito e ninguém me convence do contrário (nem ninguém tenta, sinceramente...)

Bem, vou beber água, tomar banho e stressar porque agora é hora de tar com o rapaz e não estudei nada ainda.

kiss kiss


5 comentários:

Milita* disse...

não te chateies com o peso. Come, afinal de contas não tens com que te preocupar. és linda, quer tenhas 100 kg, quer tenha 50kg.
Apetece-te comer, come!Aproveita agora que podes comer e não teres de te preocupar com o peso para provar um pouco de tudo =)

Anónimo disse...

Depois do teu organismo se habituar a comer "normalmente" mesmo que comas "muito" não engordas. Isso é bom sinal, é sinal que o teu organismo está a trabalhar melhor. E tu és MAGRA, aproveita a vida e abstrai-te dessas coisas. xx

Be(e)Free disse...

és linda!!
eu acho q tas a comer bem, pq és mt activa e n deves parar quieta.

Be(e)Free disse...

Quanto ao resto, apoio-te plenamente. Tu é q vives aí dentro, a ti é q te dói, nao é a mais ninguem e és responsavel e adulta e consciente e sabes quando deves ou não «perdoar».

E tb sabes q perdoar a força nao resulta. portanto, força aí!!

Cristal* disse...

Enfim as notas até são boas, lol. Tadinha de ti que teve 4 no exame, tenta estudar sim?
A alimentação até nem anda má e tu és linda sim?
Tenta organizar-te melhor e arranjar tempo e vontade para estudar.
Obrigada pelo teu apoio, força ai sim!
Beijinhos