sexta-feira, 22 de março de 2013

Não faço ideia do que quero.

Hoje a balança marcou 47.5. Não sei muito bem o porquê, mas acredito que a perda de peso seja maioritariamente perda de peso (diarreias baixam peso mas não emagrecem). Além disso, folar com chocolate derretido em cima deve ter contribuído para a recuperação do peso. Não me importo. Vá, talvez um bocadinho, mas paciência.

Tenho-me sentido irritada, ansiosa. A partir do meu aniversário passei a sentir-me muito triste (senti falta de carinho do rapaz e doeu). A coisa passou e voltei à ansiedade substituída, volta e meia, pela tristeza passageira.
Hoje o dia foi mais calmo e consegui relaxar, reavendo a sensação de que até me sinto bem e feliz, apesar de tudo.
 No entanto, fiz algo que veio estragar tudo. Bem feita. Quem mandou meter o nariz onde não és chamada? Agora ou confrontas ou ficas quietinha. Bah. Nunca na vida pensei vir a ser ciumenta. Mas pelos vistos até sou. Não a ponto doentio, mas sou. Bah, há dias atrás estava magoada e achava que "isto não irá resultar". Agora dói saber que poderá acabar (que não há indícios, mas dói na mesma). Não estou a fazer sentido nenhum... porque tenho vergonha de admitir que li o que não devia, mexi onde não é suposto. E tenho vergonha de admitir que ele poderá ter uma na manga, tipo "just in case", e que isso me deixa com dor de cotovelo.

Será que vou ser realmente feliz ao lado dele um dia? Será que ele gosta mesmo de mim e que quer ficar comigo? Ou será que se agarrou a mim porque está cansado de procurar e quer assentar de vez? Ou será que somos os dois assim? Não percebo o que sinto, tenho receio de tentar e não dar certo. Não percebo se será o que procuro, se sou o que ele procura. Não sei o que quero. Hoje quero muito, amanhã não quero nada, depois de amanhã estou indecisa entre uma e outra. Não sou normal...

NÃO SEI O QUE QUERO. Aliás, sei que quero sair daqui desta casa, que quero a minha vida, as minhas coisas. Mas não sei se quero ele, se ele me quer. Sinto que sou um "melhor que nada" para ele. Mas também não sei se não será a minha cabeça de caca a fazer bosta outra vez. Sei lá. Eu não sei de nada.
Bah. Tristinha...


Ou então tenho medo de me "agarrar" a ele e que depois me desiluda e pimbas, coração partido. Se calhar é isso. Ou então não quero ficar com ele. Não sei... quem me dera saber o que ele sente verdadeiramente...

lol bosta de post. Enfim.



6 comentários:

Be(e)Free disse...

Por favor, promete a ti própria que não voltas a ler o que não deves.
É privado.

Se não fosse o que leste, como estarias agora?

um beijinho, tenho tantas saudades!

Be(e)Free disse...

(a minha cena com a menas na quinta acabou assim:«nao faço ideia do que quero».

Sabes q eu acho q isso nao é necesssriamente mau. =) Agora...começares a remoer desconfianças e alimentar ciumes não. Isso enche-te e depois sentes-te gorda e blablabla, já se sabe a lengalenga.

FORÇA MIGAAA)

Pypoka disse...

Eu sei que é privado e sempre fui muito respeitadora disso. Até porque ele uma vez mexeu no meu e não gostei. E agora fiz eu lol não faz mesmo parte do que sou, mas olha, liguei o pc dele, liguei o face e aquilo abriu no dele. Até até aí nada de novo, é o que costuma acontecer. Mas assim que liguei uma gaja meteu conversa de forma assim algo duvidosa e eu não resisti em ler a conversa... (bah, lá estou eu a arranjar desculpas). Mas pronto. Tá feito, tá feito.

Pypoka disse...

Outra coisa, quando me deixas seguir o teu? **

Be(e)Free disse...

Já o confrontaste?

Blair disse...

Se tens duvidas devias falar com ele calmamente e explicares a situação, pedindo desculpas obviamente :)

Lol, odeio balanças a sério...