segunda-feira, 15 de abril de 2013

GAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH

Na 2ª feira a avó do meu rapaz teve um avc e ficou internada.
Na sexta-feira bati com  o carro do meu rapaz num carro parado (ao sair da garagem, pimbas).
Hoje de manhã a avó dele faleceu. Fomos ao velório e viemos jantar com os meus pais. Iamos os quatro até ao velório novamente e recebemos uma chamada da minha cunhada a dizer que o meu irmão tinha tido um acidente. Fomos a fugir para o hospital. Ele ia no carro com a irmã da minha cunhada e um cavalo atravessou-se à frente, assim do nada. Ele ficou inconsciente e ela não. Ela é que parou o carro, que continuou em andamento. Ela fez uns arranhões e ele foi há minutos atrás para lisboa. Está inchado e tem os ossos da cara partidos. Por momentos pensamos que o íamos perder, mas ainda cá está. Está consciente, mas com a cara toda tapada com ligaduras. Tem um traumatismo craniano (ou la como se escreve) mas crê-se nao ser nada de grave. A minha mae recebeu uma carta porque nao estava em casa a uma determinada hora e pode ficar sem o direito à baixa. Amanha é o funeral da avó do meu rapaz e os meus pais vao para lisboa. Eu estou a tremer e a odiar esta merda toda. A minha mae sentiu-se mal quando estavamos no hospital e foi internada. Já teve alta.

Meu deus. Já chega, nao?

4 comentários:

Nortenha disse...

Como diz o ditado: "uma desgraça nunca vem só!". Fogo, rapariga, tendes tido um azar do caraças, até me arrepiei a ler isso... Condolências à família toda pela perda da avó do teu namorado. E muita boa sorte para o teu irmão, espero que se recupere rapidamente e fique sem sequelas :(
No meio disto tudo, estás a aguentar-te - e acredito que esteja a exigir muito da tua força psíquica - mas continua a esforçar-te.
Tudo de bom, Inês. Não te deixes ir abaixo por favor! Abraço forte!

Milita* disse...

woooooooooooooooow, tanta coisa má :S

Força, minha querida!
bjinho*

sededeinfinito disse...

foda-se, vou telefonar-te para asneirares ao telefone. adeus amiga, és linda!

Julieta. disse...

Quantas cousas ruins de uma vez só! Desejo melhoras para o teu irmão, para a tua mãe e para ti também, né? Suportar isso tudo não deve ter sido fácil! Um beijo!